Turismo
20/03/2020 16:05

O Sindtur Serra Gaúcha promoveu durante a semana diversas reuniões com o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio Hoteleiro e Similares de Gramado e também de Canela que representa ainda Nova Petrópolis e São Francisco de Paula, tudo para chegar a um acordo com a situação de emergência criada em função do coronavirus e baixa ocupação dos estabelecimentos hoteleiros e gastronômicos que chegam a beirar zero.

Uma última reunião na manhã desta sexta-feira, 20, as partes ajustaram a celebração de uma Convenção Coletiva de Trabalho em caráter emergencial com o objetivo único de regular condições específicas de trabalho para o momento de crise. Foi acordado entre o Sindtur e o Sindicato dos Trabalhadores uma flexibilização das regras relativas a concessão de férias individuais e coletivas, além da definição de critérios para a realização de trabalho a domicílio mais conhecido como Home Office.

Outro ponto bastante discutido e será utilizado neste momento de crise é o estabelecimento do banco de horas em caráter especial com a possibilidade de exigir trabalho de até 12 horas diárias após ultrapassado o período da pandemia, e a possibilidade de suspensão do contrato de trabalho pelo período de dois a cinco meses, mediante matrícula do trabalhador em curso de qualificação profissional a ser ofertado pelo empregador. Tudo deverá passar por um registro junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Já com o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio Hoteleiro e Similares de Canela que representa ainda Nova Petrópolis e São Francisco de Paula, ambas as partes também ajustaram a celebração da Convenção Coletiva de Trabalho em caráter emergencial.

Foi acordado a redução de salário do funcionário em percentual na ordem de 35% pelo prazo de quatro meses e assegurado a garantia de emprego nesse período. Também fazem parte do acordo a flexibilização das regras de concessão de férias individuais e coletivas e discutidos critérios para a realização de trabalho a domicílio.

Não diferente da discussão com a entidade de Gramado, o Banco de Horas na região de Canela, Nova Petrópolis e São Chico de Paula também será em caráter especial com a possibilidade de exigir trabalho de até 12 horas diárias após ultrapassado o período da pandemia.

O presidente do Sindtur Serra Gaúcha, Mauro Salles, após concluir as negociações defendeu a tese de “negociar para salvar vidas”. Segundo o dirigente, “nosso objetivo foi salvar as empresas e garantir os empregos”, finalizou Mauro Salles.