Turismo
23/03/2020 11:19

As orientações de órgãos de saúde nacionais e internacionais recomendam o isolamento voluntário. Essa é a melhor forma de prevenção e evitar a dissipação do vírus. 

Desde o sábado, dia 21, carros de som têm passado pelos bairros e Centro da cidade, orientando que a população evite sair de casa. "Verificamos uma fantástica contribuição da comunidade gramadense. Não há ninguém nos pontos turísticos, as pessoas não estão concentradas em parques, nas praças. Encontramos um ou outro turista que ainda está na cidade caminhando pelas ruas, mas já estão devidamente informados sobre a situação no município", relata o Secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Luiz Quevedo. 

O prefeito de Gramado, Fedoca Bertolucci, também reitera a necessidade de que a população permaneça em casa. A advogada Monica Veiga, moradora do bairro Mato Queimado, está fazendo isolamento voluntário junto de seu marido. 

Ela comenta que é necessário cada um fazer a sua parte para proteger a si e aos outros. "É preciso ter consciência do problema, saber dos riscos. O isolamento social voluntário evita a propagação da doença, por isso eu optei por não sair de casa, a gente tem que tentar ao máximo fazer com que o vírus não chegue ou se propague na cidade. Quanto mais cedo fizermos esse isolamento voluntário, mais rápido poderemos retomar nossas atividades", comenta. 

Ela ainda diz que é triste ver a cidade toda fechada, sem movimento nas ruas."Estaríamos agora numa época em que milhares de pessoas viriam para aproveitar o evento de Páscoa. Lógico, me preocupo com a situação econômica na cidade, mas também sei que as medidas que foram tomadas são precisas e necessárias para conter o avanço do coronavírus", finaliza.

Barreiras informativas

Os visitantes que chegam a Gramado por dois dos seus principais acessos (RS-115 e RS-235) estão sendo orientados a não circularem pelas ruas do município por conta das ações de prevenção ao coronavírus.

Os agentes de trânsito, com apoio da Polícia Civil e da Brigada Militar, estão atuando em dois pontos: próximo ao pórtico de saída para Nova Petrópolis, e no início da Avenida Borges de Medeiros, quase na esquina com a Rua João Alfredo Schneider.

A ação iniciou na manhã deste sábado, dia 21, e deve prosseguir nos próximos dias. "Estamos apenas orientando e não proibindo o acesso à cidade. Estamos explicando que um decreto está proibindo novas hospedagens na rede hoteleira e que os parques, restaurantes e pontos turísticos estão todos fechados, Por isso não justifica os visitantes virem ou permanecerem aqui neste momento", afirma o secretário Luiz Quevedo.