Turismo
06/05/2021 14:55

O Prefeito Constantino Orsolin, participou na manhã de hoje (6), na Floresta Nacional de Canela, de solenidade que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles assinou a autorização de publicação
do edital de concessão da unidade de conservação federal.


Este foi o segundo projeto de concessão de parques nacionais construído no novo modelo elaborado conjuntamente pelas equipes do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Ministério de
Meio Ambiente (MMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e aprovado pelo Tribunal de Contas da União (TCU).


O edital do procedimento licitatório deve ser publicado no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (7) e será realizado na modalidade de concorrência, com critério de julgamento de maior
outorga fixa e prazo de concessão de 30 anos. Ao todo – entre investimentos em instalações físicas e operação dos serviços de apoio à visitação na floresta – o valor estimado é de R$ 93 milhões para Floresta Nacional de Canela.


A concessão não atribui nenhum direito sobre a titularidade da floresta concedida, ou seja, o patrimônio continua sendo da União, cabendo aos concessionários investir para melhorar as condições
e a infraestrutura para visitação à Unidade de Conservação.


O Ministro Salles disse que a concessão proporcionará infraestrutura adequada ao local, como trilhas que vão ser abertas e demarcadas e outras atividades de ecoturismo. Além de praça de
alimentação, restaurantes e outros investimentos.


Para o prefeito Constantino Orsolin a concessão trará benefícios para Canela, sendo mais um atrativo turístico que receberá visitantes do Brasil e exterior, além de oferecer novas vagas
de emprego e gerar mais renda. “Os investimentos serão trabalhados sempre respeitando o nosso maior patrimônio, que é o meio ambiente”, ponderou.