Turismo
26/05/2021 16:40

A BNT Mercosul, uma das feiras que anualmente reúne o trade da região Sul e de alguns países vizinhos, acontece de 24 a 28 de maio, com atividades presenciais e online. Durante o evento, representantes de destinos e segmentos do mercado vão apresentar um panorama das perspectivas para o Turismo em 2021 e 2022, numa programação com feira de negócios online, capacitações, rodadas de negócios e painéis com líderes de diferentes segmentos do turismo nacional.

O secretário de Turismo de Canela, Ângelo Sanches, que também é presidente Associação Nacional dos Secretários e Dirigentes Municipais de Turismo (Anseditur) esteve presente na abertura do evento.

"O turismo tem uma capacidade única de se reerguer e de movimentar mais de dezenas de setores da economia, gerando emprego e renda por onde passa. Por isso, é preciso abordar o tema de uma maneira única para trabalharmos o Brasil como um destino único, sendo destaque em sua gastronomia e seus atrativos turísticos, sempre em parceria com a iniciativa privada e seguindo todos os protocolos de saúde" falou Sanches. 

O evento, com mais de duas mil pessoas inscritas, conta com Feiras de Negócios on-line, que acontece durante todos dias de programação, além de painéis com as principais entidades do setor, como Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH); Associação Brasileira das Operadoras de Viagens (BRAZTOA); Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLIA Brasil); Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), Ministério do Turismo e Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur).

Canela está presente na BNT sendo destaca por ser um dos primeiros municípios a conquistar o selo "Turismo Responsável" com protocolos de segurança sanitárias em seus atrativos turísticos e sem deixar de priorizar questões de saúde e assistência social, trabalha com o "Plano Estratégico para Retomada da Economia Pós-Coronavírus". Uma ação da Secretaria de Turismo e Cultura que busca promover ações integradas com entidades e empreendimentos turísticos para garantir a saúde pública, organizar a retomada gradativa das atividades, preservando os empregos e auxiliando na segurança jurídica, econômica e sanitária.