Politica
23/11/2020 16:08

A sociedade precisa amadurecer e desenvolver a consciência crítica para lidar com a vida pós pandemia. Não há espaço para um novo fechamento de serviços e atividades econômicas, de forma geral. O que foi feito neste sentido, não deixa dúvidas, teve muita importância, mas a partir de agora devemos contar com a nossa responsabilidade.


A população não pode mais aceitar esse tipo de imposição do governo e das prefeituras. Somente nós, cidadãos e cidadãs, somos capazes de evitar que o Covid-19 faça mais estragos por aqui do que aquilo de que já temos conhecimento.


É importante ressaltar que ao invés de ficar divulgando bandeiras e ameaçando novo fechamento, todas as sextas-feiras, espalhando o medo, o governo do Estado e as prefeituras deveriam fazer campanhas permanentes pelo uso da máscara, trabalhar no sentido de transformar este num hábito de todos nós. 


Muitos que ficam espalhando o medo nas redes sociais são incapazes de demonstrar boa educação doméstica, usando a máscara onde ela é necessária.


No mais, todos nós temos a responsabilidade de fazer nossa parte e lutar pelos nossos direitos constitucionais, de ir e vir, de trabalhar e garantir o sustento de cada dia. Não vamos mais aceitar ameaças de novo lockdown, com objetivos escusos ou pelo simples prazer de adoecer ainda mais uma sociedade contaminada pelo pavor e pelo ódio.


Colapso no sistema de saúde? Quando foi que o sistema trabalhou com folga? Quando e quanto foram gastos em hospitais de campanha que não foram usados?


Ainda que quisesse, o governo do Estado e a prefeitura não teriam mais autoridade para um novo fechamento, principalmente depois do “liberou geral” das campanhas eleitorais.


O vírus está aí e vai ficar para sempre, você querendo ou não, você ficando em casa ou não, e não será a vacina sua salvação. O sarampo foi erradicado? A poliomielite foi? Caxumba? Febre Amarela? Não!


Lave as mãos, tome sol, faça exercícios e VIVA A VIDA! É tudo o que pode ser feito de fato. Agora temos de contar com a nossa consciência, se é que a temos.