Politica
14/05/2020 11:52

Neste período de pandemia do coronavírus (covid-19), todas as informações e sugestões para amenizar os impactos causados na economia e na saúde são bem vindas. Pensando nisso, o vice-prefeito de Gramado, Evandro Moschem (MDB), promoveu debates virtuais com especialistas em recuperação econômica, inovação, entre outras áreas. 

Já participaram das conversas com Evandro, a advogada Juliana Biolchi e PROFISSÃO, Adriano José da Silva, diretores da Biolchi Empresarial, consultoria que atua a mais de três décadas na gestão de crises empresariais. “É momento dos empresários olharem para dentro dos seus negócios e talvez resinificar eles, olhando do ponto de vista da gestão, do ponto de vista do custo e procurar melhorar a dinâmica de comunicação com os seus clientes”, ressaltou Adriano. 

Para Juliana, “em uma governança de crise é necessário constituir um conselho de crise, criar um plano de ação para minimizar os impactos negativos, monitorar o planejamento e ao fim do processo talvez pensar em uma empresa menor, em uma empresa viável que possa ter continuidade”.

Outro convidado de Evandro foi o destacado empresário em tecnologia, Augusto Rocha, sócio da Pmweb Responsys, uma das principais agências especializadas em turismo online e e-Comerce para o mercado hoteleiro. O empresário também é professor no Curso de Marketing Digital para Turismo e Hotelaria. 

“É necessário entender que o negócio precisa ter acesso ao cliente, sem ter o ponto físico. É o momento de falar com quem já conhece o seu produto. Não é o preço que vai aumentar a demanda”, comentou Rocha indicando a utilização de canais digitais para manter as relações com os consumidores. 

O impacto da covid-19 nas finanças públicas foi pauta do debate de Evandro com Gustavo de Moraes, doutor em Economia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo.

Moraes também é mestre em Desenvolvimento Econômico e em 2018 foi reconhecido como economista do ano pela Corecon-RS.  “Seria importante se o setor privado e a Prefeitura pudessem unir esforços no sentido de reinventar as condições de turismo. Na verdade, teremos um foco do turismo voltado para a zona rural ou espaços naturais, e Gramado tem um bom potencial neste sentido. Esses novos produtos quando tudo isso passar se somarão aos já existentes”, comentou Gustavo referindo-se a novas ações para recuperação econômica da cidade. 

O economista também defende soluções econômicas integradas como a parceria entre municípios para a prestação de serviços. “Temos pequenos e médios municípios com proximidade geográfica e vamos ter que pensar, cada vez mais, em atividades conjuntas, então ao invés de cada prefeitura prestar o seu serviço podemos imaginar consórcios regionais”, indica Gustavo. 


O vice-prefeito Evandro Mochem defende que saúde e economia são áreas que precisam estar alinhadas, principalmente enquanto for necessário manter medidas de prevenção ao avanço do vírus. “Precisamos de saúde para trabalhar, produzir, receber as pessoas com felicidade e tratar nossa família com dignidade! Precisamos de recursos financeiros para dar conforto, qualidade de vida, e garantir o futuro daqueles que amamos”, destaca ele.

A sua intenção, com os bate-papos online com especialistas em determinados segmentos é auxiliar empreendedores e a população em geral apresentando alternativas para amenizar os impactos sociais e econômicos causados na rede turística do município e na área empresarial. 

“Não é momento de brigas políticas, a comunidade precisa estar unida para superar esse momento, e juntos vamos vencer”,  enfatiza Evandro Moschem.