Politica
24/11/2021 10:36

O Teatro Elisabeth Rosenfeld, da Câmara Municipal de Gramado, sediou na noite da terça-feira, dia 23, o primeiro encontro do fórum “Novos rumos do saneamento: Como fica Gramado?”.


Na programação, os palestrantes pontuaram tópicos do novo marco regulatório do saneamento e o atual panorama deste serviço em Gramado. A mediação foi da procuradora-geral da Câmara de Vereadores, Cristiane Bandeira. Acompanhe
abaixo o pronunciamento dos participantes.


Segunda noite


Nesta quarta-feira, dia 24, acontecerá a segunda noite do fórum. O mediador será o diretor executivo da Agência Visão, Rafael Carniel. As palestras serão do advogado Aloísio Zimmer (sobre o novo marco regulatório do saneamento);
do diretor do DMAE, Alexandre de Freita Garcia (sobre experiências com a municipalização da água e saneamento); e do presidente do Sindiágua, Arilson Wunsh (sobre o processo de privatização da Corsan e o papel do Sindicato).


A participação de toda a comunidade é gratuita. O encontro inicia às 18h30 na Câmara de Gramado. Mais informações em: (54) 3295-7000.


Pronunciamentos


O Promotor de Justiça de Gramado, Max Guazzelli, disse: “Eu trabalho com este tema em Gramado desde 2011, e com certeza é a questão mais difícil que já observei como promotor. Precisamos atentar ao crescimento que só é possível com
sustentabilidade. Não podemos hipotecar o futuro de Gramado. O ideal, para se ter ideia, era que tivéssemos 93 km de rede de esgoto cloacal, mas só temos 20. O primeiro mundo não pode ser apenas estético, mas também de infratestrutura”.


O Procurador do Estado, Juliano Heinen, parabenizou a Câmara de Vereadores pela iniciativa em debater o saneamento. "Acredito que Gramado pode superar esta questão nos próximos anos, mas é preciso trabalho e atenção. É necessário
que se entendam três eixos distintos: privatização, regionalização e aditivo aos contratos. Fora a Corsan, qual projeto poderia ser melhor? O modelo de licitação não é simples. Não queremos algo no chute, no imprevisível. Precisamos de um plano factível de
como fazer, quando e onde”, pontuou.


A Procuradora-geral da Câmara de Vereadores, Cristiane Bandeira, declarou que o eixo do evento é escutar profissionais com experiência na área jurídica ou operacional. "Não é uma tarefa simples falar de saneamento, porque é um tema
que nos é muito caro, uma vez que nos dá condições adequadas de vida, de meio ambiente, de saúde pública. Devemos observar que o novo marco traz percentuais como prazos bastante audaciosos”, frisou.


O Presidente do Legislativo, vereador Professor Daniel, djsse que o saneamento é uma das maiores demandas da população, em especial de algumas regiões de Gramado. "É um assunto importante porque água é vida, é um bem fundamental para a sobrevivência do ser humano. A proposta do evento é tratar da questão regional, mas
do saneamento de forma municipal também. Queremos que a Câmara seja palco dessas decisões importantes”, salientou.