Policia
13/06/2022 07:54

A Polícia Civil,  por meio da Delegacia de Polícia de São Francisco de Paula, investigou durante o domingo (12) as circunstâncias da morte da mulher encontrada na barragem da Corsan em São Francisco de Paula, identificada por Vanessa Gomes.

Preliminarmente foi constatado que a vítima (24 anos de idade) foi atingida na cabeça com golpes de pedra. A vítima se encontrava sem roupas com os punhos amarrados, havendo indícios de ter sofrido violência sexual, o que poderá ser confirmado pela perícia. 

Ainda, pelas informações obtidas pela Polícia Civil, a vítima estava grávida de dois meses. Em buscas e diligências investigativas, a Polícia Civil logrou na identificação do investigdo, o qual, abordado, confessou a prática delitiva, alegando que saiu de um bar com a vítima e, após desentendimento, se defendeu de agressões supostamente perpetradas pela vítima. 

Ademais, a Polícia Civil apreendeu as roupas utilizadas pelo agressor na noite do crime, as quais apresentam vestígios de sangue, o que será oportunamente encaminhado à perícia para confronto de DNA da vítima.

O investigado (37 anos de idade) com antecedentes criminais, morador do bairro Coreia, em São Francisco de Paula, foi conduzido à Delegacia de Polícia no final desta tarde, sendo autuado em flagrante. 

Conforme informou a Delegada de Polícia Fernanda Seibel Aranha, responsável pela DP de Sao Francisco de Paula/RS, a seção de investigação da Delegacia trabalhou de forma ininterrupta até a identificação do investigado. A Delegada informa que o caso é tratado como feminicídio, quando há menosprezo à condição da mulher, sendo um crime gravíssimo que merece atuação imediata. 

O Delegado de Polícia Heliomar Athaydes Franco, titular da 2 Delegacia Regional de Gramado/RS, destacou a relevância das ações realizadas para a  elucidação imediata do crime. Após a formalização da prisão em flagrante, o preso será encaminhado ao presídio local.