Policia
13/07/2020 20:57

A Polícia Civil de Gramado prendeu hoje, dia 13, o último investigado que constava com prisão temporária no âmbito da operação desencadeada no dia  08 de julho último. A prisão ocorreu no Bairro Várzea Grande, em Gramado, em uma casa onde o homem se escondia. 

Este é sexto criminoso preso na referida operação. No dia 08 de julho foram cumpridos quatro mandados de prisão, dois de natureza preventiva e dois de natureza temporária, além de cinco mandados de busca e apreensão. 

No dia 09 de julho, um quinto investigado foi preso em Novo Hamburgo. Em seu poder foram apreendidas diversas porções de maconha, além de munições e balança de precisão. Os suspeitos são investigados por atuarem no tráfico de drogas, bem como em cobranças, extorsões, agressões e atentados contra devedores e rivais, muitos cometidos com extrema violência. 

Umas destas ações, que fundamentou as prisões temporárias, ocorreu no Bairro Floresta, em Gramado, quando diversos criminosos, portando armas de fogo, facões e outros instrumentos contundentes, invadiram a residência de um casal, também envolvido na mercancia de drogas, mas que, segundo as investigações, devia valores ao gerente do tráfico a que estavam vinculados, bem como estavam vendendo drogas fornecidas por terceiro, sem autorização dos líderes do grupo investigado. 

Na ocasião, o casal foi severamente agredido, resultando com lesões extensas, sendo que o homem conseguiu fugir, pulando em um peral atrás de sua casa, evitando fosse vítima de mal maior. A ação criminosa foi gravada pelo grupo responsável pela empreitada, sendo o vídeo obtido ao longo das investigações. O suspeito preso hoje é investigado por envolvimento neste fato.

No presente caso, as investigações foram desenvolvidas pela Delegacia de Polícia de Gramado, coordenada pelo Delegado Gustavo Celiberto Barcellos, sendo a operação realizada pelo referido Órgão Policial, com apoio da 2 Delegacia Regional de Gramado, DPs de Canela, Três Coroas, Igrejinha e 1 DP de Novo Hamburgo, que efetuou a prisão do suspeito encontrado naquela cidade. 

O homem preso hoje ainda constava como foragido do sistema prisional, possuindo antecedentes, principalmente por crimes patrimoniais. Após os trâmites legais, foi novamente recolhido ao sistema prisional.