Policia
14/10/2020 08:37

A Polícia Civil de Canela desenvolveu, nesta quarta-feira, dia 14, aquela que considera "a maior operação policial já realizada na cidade", dando cumprimento, simultaneamente, a 13 ordens de prisão preventivas. As ações foram realizadas em diversos bairros da cidade, mas também na região metropolitana e no litoral. 

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela e responsável pela operação policial, referiu que as prisões são resultado de complexa investigação policial que foca nas principais lideranças do tráfico de drogas de organização criminosa que comanda a criminalidade na cidade, especialmente o tráfico de drogas, homicídios e roubos. 

A autoridade policial destacou que, com a ação, a Polícia Civil de Canela pretende desarticular a facção, de modo a que todos os membros do grupo criminoso sejam neutralizados. "Todos os escalões mais elevados da organização criminosa tiveram suas prisões decretadas, inclusive o líder, que é da região metropolitana, além do chefe do grupo na cidade, que já estava preso e comandava as ações de dentro do Presídio Estadual de Canela, e todos seus maiores traficantes, não restando nenhum sem ser responsabilizado", destacou o Delegado Vladimir. 

A Polícia Civil não revelou nomes de investigados e número de prisões realizadas para não atrapalhar as investigações e não frustar a busca por foragidos.

De acordo com a Polícia Civil de Canela, as investigações, que duraram semanas, resultaram na identificação de 30 membros do grupo, todos atuando em uma única organização criminosa, com divisão de tarefas e hierarquia bem definida para cada um, o que gerava grande lucro para a facção. 

No curso do inquérito policial, considerado um dos principais já realizados pelo órgão policial na cidade, a Polícia Civil chegou a prender alguns dos investigados e apreendeu grande quantidade de drogas. Ao todo, foram apreendidos durante a investigação, cerca de 1.7kg de cocaína, 5.3kg de maconha e 40g de crack, droga avaliada em mais de R$ 120.000,00, todas pertencentes à mesma organização criminosa. 

Ainda, foram apreendidos, no curso das investigações policiais, armas de fogo, dezenas de milhares de reais e diversos carros, inclusive um SUV de alto padrão, avaliado em mais de R$ 115.000,00. O Delegado Vladimir informa que, ao todo, o prejuízo financeiro à organização criminosa é calculado em mais de R$ 300.000,00.

No curso das investigações, a Polícia Civil de Canela conseguiu apurar que a organização criminosa pretendia fazer a entrada no Presídio Estadual de Canela de um freezer recheado de drogas, mais de duas dezenas de celulares e chips, bebidas e outros objetos, avaliados, ao todo, em cerca de R$ 150.000,00. A carga foi interceptada por agentes policiais na noite de 09 de setembro, já no interior do estabelecimento prisional, mas antes de ser acessada pelos detentos membros da facção investigada. 

O Delegado Vladimir Medeiros elogiou muito a atuação de sua equipe, que concentrou esforços para desenvolver uma investigação absolutamente exitosa, pois identificou todos os membros da organização criminosa (cerca de 30 traficantes), a atribuição de cada um no grupo, apreendeu grande quantidade de drogas e atingiu, ainda, a parte financeira do grupo. 

"A investigação é complexa e completa, tendo o inquérito policial centenas de páginas a demonstrarem como o grupo agia, com vasta materialidade e fortes elementos que comprovam a autoria de cada investigado, resultando em uma operação com grande número de prisões sendo cumpridas ao mesmo tempo na data de hoje, com apreensão também da maior quantidade de drogas em um mesmo inquérito policial na história de Canela. Tenho muito orgulho da minha equipe, concluiu a autoridade policial.

O Delegado Gustavo Celiberto Barcellos, que responde pela 2ª Delegacia de Polícia Regional de Gramado, ressalta que investigações desta natureza, com o delineamento do comportamento de cada integrante do grupo criminoso, definindo cadeia de comando e hierarquia, resultando em grande apreensão de drogas e descapitalização da organização, trazem efetivo resultado no combate ao crime organizado, resultando em resposta firme e contundente do Estado.