Policia
31/08/2020 18:27

Na noite deste domingo, dia 30, um casal chegou no Quartel da Brigada Militar de Canela, por volta das 23h40, aflitos com uma criança de um ano e seis meses, aparentemente desfalecida, engasgada e convulsionando. O bebê, identificado por Gabrieli, não apresentava reflexos e estava com os olhos virados para cima.

O Policial Militar de serviço na sala de operações, soldado Yamurri, rapidamente iniciou o procedimento na menina, tentando desengasgá-la, e como a viatura da Brigada Militar estava em atendimento de ocorrência, fez contato com os Bombeiros, informando a situação. 

A mãe, bastante nervosa, disse que nunca tinha acontecido isso com a filha. Como a massagem não estava tendo resultado, o soldado realizou uma sucção via nasal. Após três sucções, a criança deu sinal de vida, vindo a sair o que parecia ser leite pela sua boca e nariz, iniciando um choro bem fraquinho. 

Quando percebeu que estava tendo êxito, o militar continuou com a massagem e a bebê já conseguia respirar. Logo chegou a ambulância dos Bombeiros, encaminhando a pequena Gabrieli para o hospital. 

A guarnição de serviço se deslocou até o local para ver o estado da criança, sendo informada que levaram ela para Gramado para realizar exames, pois ficou muito tempo desacordada. 

Na sequência, um funcionário do Hospital Arcanjo São Miguel informou que a menina não corria risco de morte e que iria ficar internada, pois estavam com suspeita de estar com leite nos pulmões. Ela passou por outros exames, estava dormindo tranquila, tendo a sua mãe permanecido de acompanhante.

Após seu turno de serviço, o soldado Yamurri passou no hospital para ver como a menina estava. Em abril deste ano o Policial Militar já havia ajudado a salvar, juntamente com uma colega, um recém-nascido, também engasgado com o leite materno.