Geral
17/07/2019 16:46

A Stone Pagamentos emitiu nota destinada aos gramadenses, onde se isenta de responsabilidade em relação a falta de repasses de valores aos estabelecimentos que utilizaram a máquina de cartão de crédito e débito da Bela Pagamentos. Na nota, a Stone atribui toda culpa do “calote” à empresa de Gramado, sediada na Várzea Grande. Segue abaixo a nota na íntegra:


“A Stone Pagamentos está profundamente indignada com a postura da empresa Bela Pagamentos na cidade de Gramado e se solidariza com as centenas de clientes lesados por essa empresa. Também ressalta sua aversão sobre a sua tentativa de atribuir à Stone qualquer responsabilidade sobre os problemas administrativos que provocaram o calote aos seus clientes.


Sabemos que esse mercado é de entendimento complexo e, em nome da transparência e da verdade, esclarecemos que a Stone é uma instituição de pagamento autorizada e regulada pelo Banco Central do Brasil a funcionar como credenciadora. É responsável pelo credenciamento de lojistas para que estes possam aceitar meios eletrônicos de pagamentos(cartões de crédito e débito), realizando a captura, processamento e liquidação das transações realizadas pelos lojistas, quando credenciados diretamente à Stone.


A Bela Pagamentos, por sua vez, é uma sub-credenciadora. Isso significa que ela é responsável por credenciar seus próprios clientes.  Mas, para capturar e processar transações, precisa se conectar e ser habilitada por uma credenciadora, ou algumas, como é o caso da Bela Pagamentos. É dela a responsabilidade pelo pagamento aos seus clientes lojistas.


A Stone já realizou o pagamento dos valores a serem repassados pela Bela Pagamentos aos seus clientes, cumprindo com todas as obrigações contratuais assumidas, ao contrário do que a Bela Pagamentos, inadvertidamente, vem alegando a seus clientes.


O repasse destes valores aos lojistas credenciados à Bela Pagamentos deveria ter sido realizado pela própria sub-credenciadora, e apenas por ela. Em vez disso, a Bela Pagamentos se apropriou de forma indevida desse capital de terceiros para uso próprio.


Após a Bela Pagamentos ter nos procurado, alegando falta de liquidez, identificamos indícios de irregularidade nos repasses aos lojistas, indícios de fraude contábil e grande incerteza da capacidade da Bela Pagamentos de pagar os montantes já liquidados e/ou a serem liqüidados pela Stone aos seus clientes.

Por isso, de acordo com as obrigações assumidas contratualmente, interrompemos a antecipação e a liquidação dos recebíveis residuais à empresa.


No último dia 12 de junho, a administração da Bela Pagamentos se pronunciou em notícia veiculada ao mercado, em jornal da cidade, assumindo sua responsabilidade pelo não pagamento de valores devidos aos seus clientes. Na ocasião, também reconheceu o recebimento dos valores das credenciadoras.


Na mesma linha, em função da responsabilidade com seus clientes, a Bela Pagamentos incluiu os lojistas credenciados à sua base como credores no Processo de Recuperação Judicial em trâmite na justiça de Gramado, o que significa que a Bela Pagamentos reconhece, mais uma vez, que é a única e exclusiva responsável pelo pagamento de seus clientes.


Dito isso, repudiamos a narrativa fantasiosa apresentada pela Bela Pagamentos para tentar imputar à Stone a responsabilidade por seus problemas financeiros e calote aos seus clientes e reiteramos o nosso compromisso com a verdade e a transparência de informações. Estamos inteiramente à disposição para apresentar todo e qualquer documento que se faça necessário para comprovar a total adimplência perante a Bela Pagamentos e esclarecer que medidas judiciais foram tomadas para liberar os valores residuais de forma correta aos seus verdadeiros beneficiários, os comerciantes de Gramado", finaliza a nota da Stone Pagamentos.