Geral
28/12/2020 17:23

Uma pesquisa realizada pelo Grupo FotoSul, indústria gaúcha que atua junto ao mercado B2B de fotografias, aponta dados importantes para sensibilização de gestores públicos no que diz respeito à elaboração de projetos e políticas assertivas para recuperação da economia e desenvolvimento do setor de eventos.

A pesquisa identificou que 71% dos trabalhadores e/ou  empresários sentiram de forma impactante os efeitos das medidas restritivas frente à pandemia, tendo gerado uma redução dos espaços de trabalho e, consequentemente, uma perda do faturamento, o que leva a cogitar um possível encerramento das atividades ou mudança de segmento de atuação.

O grupo gaúcho, com sede em Passo Fundo, e com atuação nacional, está no mercado fotográfico há três décadas. Ainda de acordo com o levantamento, 47% dos respondentes afirmaram ter reduzido seu quadro funcional em decorrência do Coronavírus.

Rodrigo Scortegagna, diretor de produto do grupo, aponta que “os resultados da pesquisa estão servindo como documento base para sensibilizar autoridades, com vistas a adoção de políticas públicas emergenciais mais efetivas sobre a condição atual do nosso mercado”. 

O relatório do estudo foi entregue ao Deputado Federal Maurício Diedritch e distribuído entre os pares do setor de eventos, para que possam reivindicar ações junto às prefeituras de seus municípios. A empresa já se mobilizou para iniciar a segunda fase da pesquisa, com o intuito de identificar e analisar novas perspectivas para profissionais da área.

O indicador alarmante da pesquisa é o fato de que em caso de encerramento das atividades ou mudanças de segmento, pode-se prever uma perda na receita de R$4.147.500,00 ao mês e R$49.770.000,00 ao ano, junto aos respondentes da pesquisa.

A Pesquisa é o passo inicial para oportunizar um olhar global sobre o cenário que está sendo drasticamente afetado. “Desejamos aproximar profissionais, autoridades políticas e empresários para juntos encontrarmos soluções para enfrentarmos esse momento e nos preparamos para a retomada dos negócios e aquecimento da economia do setor”, comenta Scortegagna.  

No final do mês de Junho pedimos o seu apoio para que respondesse o questionário sobre o impacto social e econômico no mercado de eventos do Rio Grande do Sul. O resultado foi entregue a diversas autoridades, dentre elas o deputado Mateus Wesp, que está nos apoiando nessa luta. Esses dados serão apresentados ao Governo do Estado até o fim de Janeiro para que posteriormente possamos trabalhar em um protocolo específico para os eventos sociais, tendo em vista as práticas já adotadas em bares e restaurantes. Encaminhamos no link abaixo a segunda etapa do questionário para que possamos atualizá-lo”, reforça Scortegagna.

O prazo para resposta da pesquisa é até 10 de janeiro. 

Link do Questionário: https://bityli.com/l6GFS

Grupo FotoSul

O Grupo FotoSul se consolidou como uma das mais importantes empresas da indústria fotográfica do país. Tendo seu foco voltado a atender fotógrafos, profissionais da imagem, vídeo, design e outras empresas ligadas ao ramo fotográfico em geral, está dividida em 6 frentes: Encadernadora (fábrica álbuns e estojos para fotos), Ateliê (trata imagens, criação de convites, edições, diagramação e restauros de fotografias), Laboratório (impressões de adesivos, banners, lonas, ampliações e fotos em geral), Molduras (em diversos tamanhos, estilos e cores), Foto Produto (personalizados como canecas, camisetas, calendários,...) e Educacional (oferece cursos, palestras e workshops visando a capacitação de seus parceiros). A FotoSul é pioneira no conceito de álbuns decorativos, investe frequentemente em inovação e busca referências na indústria da moda e da arquitetura.