Geral
16/10/2020 17:41

A secretária de Educação de Gramado, Maria Gorete, informou que mesmo com a publicação do decreto, pelo prefeito Fedoca, nesta sexta-feira, dia 16, autorizando o retorno das aulas presenciais em todas as escolas públicas e privadas de Gramado, as atividades não irão retornar plenamente na rede municipal de ensino.

"O decreto permite o retorno das aulas presenciais se houverem as condições sanitárias adequadas e conforme o planejamento e a organização da rede municipal. As aulas não retornam este ano na totalidade. O que vai acontecer na rede são atendimentos pontuais para alunos com necessidades especiais e com dificuldade de aprendizagem, mediante agendamento. Serão no máximo três alunos por turma, conforme cronograma, necessidade, contato e planejamento das escolas com a equipe diretiva e os professores. As aulas presenciais não estão retornando", frisou Maria Gorete.

Segundo a secretária, o calendário letivo de 2020 foi homologado prevendo sua conclusão com aulas remotas e atividades pedagógicas que estão sendo entregues, mas haverá atendimento presencial individual apenas para alunos que estão com necessidade. "Os pais não são obrigados a agendar essas aulas individuais para seus filhos. Eles serão contatados e quem quiser autorizar, será feito esse atendimento", observou Gorete.