Geral
20/07/2021 20:19

A pa demia causada pela covid-19 impactou não só na estrutura econômica de muitas famílias como acentuou a situação de vulnerabilidade social de muitas outras. Por isso, desde maio de 2020, um grupo de voluntários idealizou o Marmita Solidária de Canela, que em julho deste ano ultrapassou 10 mil refeições entregues a moradores dos bairros mais carentes da cidade. 

Os voluntários se reúnem semanalmente para colocar em prática uma operacionalização. Tudo começa ainda na terça-feira com a distribuição de tíquetes para organizar as entregas nas comunidades. Na quarta-feira, tem início o cozimento dos ingredientes graças ao apoio de doadores. 

A quinta-feira é o “dia D” da ação. O grupo Marmita Solidária de Canela prepara as refeições, acondiciona-as em pratos adequados e segue em alguns veículos para distribui-las em núcleos onde há considerável número de pessoas necessitadas. 

Na semana passada, à noite, foi a vez da comunidade do Chacrão receber as marmitas com mensagens de carinho e autoestima na tampa de isopor. Os moradores, em fila e com o tíquete em mãos, conversavam animadamente entre si e, de maneira ordeira, recebiam seu regalo – e com direito a sobremesa. Na ocasião, o grupo formado por nove pessoas distribuiu 226 refeições (a média semanal fica entre 220 e 240, dependendo da demanda de cada bairro).   

“Agradecemos a todos que nos ajudaram a chegar até aqui. Ultrapassamos a marca de 10.000 marmitas graças à ajuda de muitos voluntários. A cada doação, renovamos nossas forças para continuar. Ajude a manter esse projeto que faz a diferença na vida de muitas pessoas”, pede um dos membros do grupo Marmitas Solidárias de Canela, que prefere manter o anonimato. 

Para auxiliar o grupo com repasses de valores e alimentos, dá dois telefones – ambos com DDD 54: 9 8133-1066 e 9 8133-1088. No Instagram, siga: marmitasolidariacanela.