Geral
03/05/2021 10:14

O Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Canela está dando continuidade a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Covid-19, ampliando o público-alvo da imunização a partir de hoje (3), conforme orientações da norma técnica Nº 467/2021 do Ministério da Saúde. 

A vacinação inclui os seguintes grupos prioritários com comorbidades: 

Pacientes com síndrome de down (a partir de 18 anos) – a vacinação ocorre no turno da tarde;

Pacientes em tratamento de hemodiálise com mais de 18 anos (Secretaria de Saúde fará contato para o agendamento);

Gestantes/Puérperas com mais de 18 anos e com comorbidades;

Pessoas com 59 a 55 anos que possuem comorbidades; 

Pessoas com 59 a 55 anos portadoras de deficiências cadastradas no Benefício de Prestação Continuada, conforme lista fornecida pelo INSS.

RECEITA DE MEDICAÇÃO OU LAUDO MÉDICO 

Para comprovar a comorbidade é obrigatório apresentar no momento da vacinação a receita de medicação de uso contínuo ou laudo médico com a CID – Classificação Internacional de Doença, mais a descrição da CID. 

Pacientes com doença autoimune ou de oncologia necessitam de um laudo médico autorizando a aplicação da vacina. 

APLICAÇÃO OCORRE NO CENTRO DE FEIRAS E NA UNIDADE DE SAÚDE DO CANELINHA 

A Campanha de Vacinação continua com a aplicação das doses no Centro de Feiras e na Unidade de Saúde do Canelinha, das 8h às 16h30, sem paralisação ao meio dia. Além dos grupos prioritários já citados, segue a vacinação da 1ª dose da AstraZeneca/Oxford para idosos com 60 anos ou mais e também a aplicação da 2ª dose da AstraZeneca/Oxford para os profissionais da saúde que já cumpriram o período de três meses após a primeira dose. 

Vale lembrar que para receber a primeira dose é necessário apresentar o CPF e um documento com foto. No caso das segundas doses é preciso levar a carteirinha de vacinação. 

SEGUNDAS DOSES DA CORONAVAC ESGOTADAS

A Secretaria da Saúde de Canela informa novamente que as vacinas destinadas para aplicação das segundas doses da Coronavac/Butantan estão esgotadas. O Departamento de Vigilância Epidemiológica comunicará uma nova data para que os idosos que necessitam da 2ª dose completem o sistema vacinal, assim que houver a confirmação por parte da 5ª Coordenadoria de Saúde do envio de uma nova remessa de vacinas.