Cultura
22/07/2019 11:43

O melhor da culinária e da gastronomia rural pode ser conferida diariamente na 26ª Festa Colonial de Canela, que segue até 4 de agosto, ao lado do Centro de Feiras, das 10h às 22h, com entrada gratuita.

O aroma dos pães e cucas assados na hora, e o sabor diferenciado das geleias e doces, queijos e salames seduzem os visitantes. O primeiro final de semana foi marcado pelo intenso movimento de turistas e comunidade canelense, que prestigiaram o evento que valoriza a cultura das comunidades do interior, mostrando o trabalho realizado no meio rural e integrando os agricultores ao turismo. Segundo os organizadores aproximadamente 20 mil pessoas passaram pelo evento neste primeiro final de semana.

Na edição deste ano, os sabores da colônia estão nas agroindústrias, nos restaurantes, café colonial, tendas (pastéis, bolinho de batata, quentão e outros). A Festa conta, ainda, com uma programação cultural, com diversas apresentações e shows.

Produtos coloniais fazem sucesso entre os turistas

O casal Cassandra e Felipe Ribeiro saiu da cidade de Bom Jesus do Itabapoana (RJ) para passar quatro dias na Serra Gaúcha. Pelo terceiro ano consecutivo, visitaram a Festa Colonial. Sucos, queijo e doces são os produtos preferidos deles. “O que é feito pelos colonos têm sabor diferente”, descrevem. Mas não é apenas o paladar que os atraiu novamente ao município. Cassandra e Felipe destacam o que há de melhor em Canela. “As pessoas são educadas e os vendedores preparados para atender o visitante. Estão sempre com um sorriso no rosto”, destacam.

A família Fagundes é de Lajes, Santa Catarina, mas já tem uma longa relação com Canela. Há dez anos, eles passam as férias de inverno na cidade. “A tranquilidade e a ecologia faz com que venhamos com frequência pra cá”, conta Vitor Fagundes. O patriarca reuniu esposa e filha e foram visitar a festa, de onde saíram com vários produtos coloniais, entre eles, cucas de coco e prestígio. “Estes sabores para mim são novidade, mas tenho certeza que vou gostar”, descreve Vitória, esposa de Vitor.

Festa Colonial é uma promoção da Prefeitura de Canela, por meio das Secretarias de Turismo e Cultura, Fazenda e Desenvolvimento Econômico e Obras, Serviços Urbanos e Agricultura, com apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Emater/Ascar. Também apoiam o evento: Golden Propriedades e Lazer, Sicredi, TCA Internet de Fibra, Vestena Hotel Canela, Cervejaria do Farol, Flor do Vale Alambique e Parque Ecológico, Liquigpas e Vinícola Granja da Telha.


Autoridades participam da solenidade de abertura


A solenidade de abertura oficial da 26ª Festa Colonial de Canela aconteceu no sábado (20) e contou com a presença de autoridades, convidados e imprensa. O tenor Evandro Martins foi o responsável pela execução dos hinos do Brasil e do Rio Grande.


André Faes, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Canela, agradeceu a Prefeitura de Canela pela dedicação e esforço no evento, que consolida o meio rural que vem para a cidade mostrar o que de melhor é produzido no município.


O técnico da Emater/RS-Ascar, Pedro João de Deus,destacou as capacitações realizadas pela entidade com os agricultores para preparação para a festa e para o desenvolvimento das propriedades rurais durante o ano todo. “Com a festa regatamos a cultura do interior” ponderou.


O vereador Marcelo Savi, representando a Câmara de Vereadores, falou que a junção da cidade com o meio rural encanta o turista que divulga a cidade nos quatro cantos do Brasil.


Luciano Melo, Secretário da Fazenda e Desenvolvimento Econômico disse que “a Festa Colonial se destaca por ser um evento essencialmente canelense, onde a administração se empenha para valorizar a comunidade rural e viabilizar o turismo”. 


O secretário de Obras, Serviços Urbanos e Agricultura, Luiz Cláudio da Silva falou dos trabalhos realizados para as comunidades rurais, como patrolamento das comunidades, instalação de rede trifásica e instalação de água potável.


Ângelo Sanches, secretário de Turismo e Cultura disse que foi um desafio organizar a Festa Colonial, que é um misto de metrópole e roça, onde o homem do campo e da cidade se integram para gerar renda, trabalho e turismo.


Encerrando os pronunciamentos, o Prefeito Constantino Orsolin comentou que o produtor rural está em festa hoje, pois tem a oportunidade de mostrar à comunidade e turista tudo o que ele produz.