Troca de informações com a Brigada Militar levaram a identificação do suspeito

Policia
19/03/2019 09:31

A Polícia Civil de Canela identificou, na tarde desta segunda-feira (18), suspeito de abordar uma professora na manhã da última sexta-feira (15) em frente a uma escola no Bairro São Rafael.

A vítima registrou ocorrência na Delegacia de Polícia de Canela logo após os fatos, ainda no início da manhã da última sexta-feira, relatando que, quando abria a escola na qual é professora, foi abordada em via pública por um indivíduo vestindo máscara do tipo balaclava que conduzia um veículo GM Vectra de cor preta, o qual lhe apontou uma arma de fogo.

O criminoso ordenou que a vítima entrasse no carro, mas ela fugiu a pé do local, buscando socorro em uma casa vizinha. O suspeito fugiu do local.

A Seção de Investigação da Delegacia de Polícia de Canela, em troca de informações com a Brigada Militar, identificou o veículo utilizado no crime e, logo após, o suspeito. Ele foi detido em uma residência no final da tarde desta segunda-feira (18), no Bairro Saiqui, próximo ao Parque do Rodeio.

Encaminhado à Delegacia de Polícia, o suspeito foi interrogado e confessou ter abordado a vítima, mas negou que lhe tivesse apontado arma de fogo. Ele referiu que se tratava de uma brincadeira e teria confundido a vítima com uma amiga sua. 

O indivíduo, que não tem antecedente policial, foi liberado após interrogatório, uma vez que, pela legislação, não há possibilidade de encaminhamento ao Presídio. Seu veículo foi apreendido pela Polícia Civil.

O delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela e responsável pelas investigações, referiu que os fatos registrados são gravíssimos, o que demandou atuação prioritária da Polícia Civil.

A autoridade policial destacou o empenho dos agentes em identificar o suspeito, ressaltando a importância da atuação em conjunto com a Brigada Militar de Canela. Medeiros destacou que pretende aprofundar as investigações para concluir sobre pedido de prisão do investigado.